ULTRASSONOGRAFIA / ECOGRAFIA

Atualizações sobre a PADRÃO - Diagnóstico por Imagem

A ultrassonografia (ou ecografia) é um método diagnóstico que aproveita o eco produzido pelo som para ver em tempo real as reflexões produzidas pelas estruturas e órgãos do organismo.

Os aparelhos de ultrassom em geral utilizam uma frequência variada dependendo do tipo de transdutor, desde 2 até 14 MHz, emitindo através de uma fonte de cristal piezoelétrico que fica em contato com a pele e recebendo os ecos gerados, que são interpretados através da computação gráfica.

Quanto maior a frequência maior a resolução obtida. Conforme a densidade e composição das estruturas a atenuação e mudança de fase dos sinais emitidos varia, sendo possível a tradução em uma escala de cinza, que formará a imagem dos órgãos internos.

A ultrassonografia permite também, através do efeito doppler, se conhecer o sentido e a velocidade de fluxos sanguíneos. Por não utilizar radiação ionizante, como na radiografia e na tomografia computadorizada, é um método inócuo, barato e ideal para avaliar gestantes e mulheres em idade procriativa.
4D
A ecografia 4D é uma experiência única e inesquecível que fará com que se sinta ainda mais mãe.
São muitos os artigos que falam dos benefícios e da utilidade emocional para os futuros pais graças a poderem ver com nitidez o seu futuro bebé. O nível de consciencialização da gravidez e a sua implicação aumenta, já que às vezes necessitamos ver para sentir.
Longe das clássicas ecografias 2D onde quase não se aprecia o bebé, o ECO 4D permite-lhe ver a carinha do seu menino ou menina com a melhor qualidade de imagem, graças a texturas suaves e delicadas.
Escutará o seu batimento do coração, verá como se ri, se esconde, joga dentro da sua barriga, boceja ou se chupa o dedo. Um momento único que ainda pode partilhar com a sua família e amigos.
Porquê fazer uma ecografia ECO 4D? Porque sabemos que não deixa de imaginar como será, a quem se parecerá, como é o seu sorriso… Damos-lhe essa oportunidade meses antes de o ter nos seus braços, uma experiência que as nossas mães não tinham deixado escapar.